O que a ginástica facial pode fazer por você

E se, em vez de isolar músculos do rosto, os mexêssemos ainda mais?

Você já viu esta ideia antes: ginástica facial é uma opção para melhorar a aparência do rosto com exercícios musculares. Ela tem vários nomes — Face Gym, ioga facial ou (meu preferido) Facerobics — , mas a base é a mesma. As repetições ativam e tonificam a teia de músculos que sustenta olhos, bochechas e maxilar. Alguns “antes e depois” surpreendem 1. A mim, o que mais impressiona é a diferença conceitual com o Botox. Enquanto a toxina botulínica promove paralisia local para evitar o uso de alguns músculos, a ginástica favorece o movimento do rosto todo.

FLOWER POWER NA VEIA: ROSELI SIQUEIRA

Conversei com a Roseli Siqueira, expert na técnica e perfilada aqui no Calma, sobre a segunda opção. Ela propôs o pacote eficaz mais enxuto possível e garantiu com aquele sorriso positivo dela: “vai fazer muita diferença”. Fica como sugestão alternativa àquele agendamento para Botox ou preenchimento. São cinco exercícios que prometem definir o contorno do rosto, encher lábios, atenuar o “bigode chinês” e levantar bochechas e olhos se feitos diariamente por dois meses.

COMO FAZ

Pauta difícil de ilustrar, né? Pensei bastante e escolhi uma mulher que nunca teve medo das próprias caretas, a Lucille Ball. Que mulher. Estreou o show I Love Lucy com 40 anos e fôlego suficiente para brigar contra o racismo da CBS, que queria barrar o marido Desi Aznar do elenco por ser cubano. Também foi a primeira dona de um estúdio de produção na TV americana e seguiu bancando suas ideias de roteiro frente a “obstáculos” como a gravidez e o divórcio. Que coragem, que expressividade, que rosto.

Aqui, cinco momentos Lucille prontos para entrar no seu dia.

1) OLHOS BEM ABERTOS…

Começamos com três segundos de olhos arregalados, o clássico Lucy, e dois segundos de relax. Aí, de novo: olhos arregalados por um dois, três… e relax.  Cinco repetições.

2) …E ATENTOS

Este começa com olhos de suspeita, pequeninos e em formato de vírgula, por três segundos. Em seguida, supresa total (sobrancelha alta, até) pelo mesmo tempo. Cinco repetições.

3) MAÇÃS APETITOSAS

A boca aqui não participa e, por isso, vamos isolar seus músculos. Uma boa maneira de fazê-lo é esconder os dentes com o lábio. Fica parecido com a choradinha da Lucy, podendo o lábio ir ainda mais para dentro da cavidade bucal se sua elasticidade permitir.

Feito isso? Au travail. A maçã se contrai perto do canto do olho, puxando a bochecha toda para cima. E relaxa. Sobe e desce, sobe e desce. Vinte repetições. 

4) MAXILAR LIVRE

Este não tonifica, mas alonga os pobres músculos que, ao longo de anos, engoliram sapos, enfrentaram tristezas e sorriram amarelo. Depois dos dois meses iniciais, é um exercício desnecessário. Mas, por enquanto, vale a imagem de Lucy encontrando o urso: boca puxada ao máximo para baixo, sentindo o rosto todo esticar. Uma só vez, por dez segundos.

5) LÁBIOS PULSANTES

Este começa com o bico mais protuberante possível e segue com a choradinha da Lucy  lembrando que quem comanda o movimento é a boca. Então, fica: beiço, lábios de tragédia, beiço, lábios de tragédia. Vinte repetições.

Só.

Observações:

  • Se uma área incomoda mais, vale duplicar ou triplicar as repetições diárias nela.
  • É claro que olhos não precisam acompanhar exercícios de boca e bochecha, mas isolar grupos de músculos leva um tempinho. Nada a temer. Se está no repertório Lucille, está certo.
  • Um dia especial merece atenção especial. “Dez minutos intensos fazem você mudar de ideia sobre ir ou não àquela festa”, diz Roseli.
  • Hidratação vai ser importante. Só ela garante que o que dobra, volte a esticar.

O CALMA também está no Facebook.

[Fotos: reprodução de I Love Lucy/CBS e divulgação/Lucille Ball]