Fala comigo sobre pelos

Admitir que mulheres têm pelos: a aposta da marca Billie para o mercado de lâminas

 

A marca de lâminas depilatórias Billie chega via algoritmo a estas paragens e vamos falar dela. Porque é FEMALE FIRST. Porque o anúncio mostra axilas e pernas peludos e humor (“descobrimos: mulheres têm pelos”). Porque diz, e essa estava quicando há tempo, que você pode se depilar SE quiser, QUANDO quiser.

A dona, Georgina Cooley, é a única dos dois sócios que faz a mídia (o outro é um homem). Num texto para a Time, ela diz que quer combater a taxa rosa, aquela que deixa um produto voltado para a mulher mais caro que o equivalente masculino. Georgina, até o ano passado, antes de Billie surgir, raspava os pelos com “lâmina de homem”.

Na prática, o produto tem uma diferença com giletes de homem: um conjunto de cinco lâminas (deve ser mais gostoso que raspar com menos, não sei, nunca testei). E já ganhou dois prêmios de beleza, das revistas Allure e Nylon. O sistema é por assinatura. Paga 9 dólares pela primeira entrega, do aparelho, lâminas e uma base, e mais 9 na próxima vez, com lâminas de reposição.

Apesar de defender o “quando quiser”, o cálculo que Billie faz para estabelecer a frequência de envio tem um intervalo bem curto. A cliente informa entre três opções: raspo todo dia, algumas vezes por semana e uma vez por semana. Só no Carnaval ou só em caso de dúvida quanto à mente aberta do boy não é uma opção.

A marola numérica nos trouxe esta novidade que paramos para ver. As imagens são gostosas. Não chegam a ser disruptivas, como diz a Time, nem estão passando na TV no intervalo do Superbowl, mas são curadas, feitas na tranquilidade orçamentária da publicidade. E então a gente replica. Fantasia que quem precisa ver está vendo, e se sente bem. Decide seguir comprando por demanda, aquela mesma gilete sem discurso que Georgina comprava antes (não que haja opção, Billie só entrega na gringa), e baixa a sobrancelha para lembrar: é só mais uma narrativa de marca, deixa que narre, tomara que lucre.

As imagens são bonitas mesmo. Rolou alívio profundo e validação? Tim-tim!

More from Letícia González Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *